quarta-feira, setembro 16

Hum... É complicado, é...

Hoje, no livro que estou a ler, A Estrela Maldita, de Anthony Horowitz, deparei com uma frase deveras... interessante: "Não era de dia nem de noite; algo intermédio."

Tipo o quê? DE TARDE?

4 comentários:

Arisu disse...

Por amor de Deus, basta olhar para a capa e para o tirulo ve-se logo que não é um livro de fiar...

Rui Bastos disse...

Sim, é razoável, vá...

João disse...

Pior foi mesmo quando estava no carro e comecei a ouvir uma musica na radio que dizia: "Agora não é tarde, agora não é cedo, agora não é tarde nem é cedo..."

Rui Bastos disse...

Isso... até que... faz algum sentido...