domingo, setembro 5

Ser alto... é um pesadelo!



Eu cá, não sou alto, nem nada que se pareça. O meu BI acusa uns 1,64 metros, e devo ter, na realidade, 1,65 ou 1,66. Não interessa. A verdade é que durante muitos anos fui o mais alto da minha turma... Digamos que cresci bastante mais depressa que o resto do pessoal da minha idade. E, claro, parei bem mais depressa.

E houve uma altura em que ainda tive pena de ser baixo. Quando comecei a ver que aqueles que durante anos tinham que olhar para cima, de repente, olhavam bem para baixo, senti-me pequeno. Mas foi então que percebi que ser alto é uma coisa absolutamente horrível!

Primeiro que tudo, reparem em como são desengonçados. "Movimentos fluidos" não é uma expressão que esteja no dicionário deles. A sério, chega a ser ridículo, é como se estivessem a ser controlados por um anão de 30 cm, que não sabe o que há-de fazer com um corpo tão grande!

Depois, é preciso ver que as coisas são feitas a pensar nas pessoas de estatura média... O que no nosso país é à volta dos 1,60, 1,70, 1,70 e pouco... Ou seja, as pessoas grandes, já à volta dos 1,80 para cima não cabem em lado nenhum! Os dedos não entram em nada, os pés não cabem em nenhum tipo de calçado, batem com a cabeça em todo o lado... E para conseguirem manobrar no mundo feito para pessoas mais baixas que eles, têm que estar constantemente a fazer toda uma série de movimentos estranhos e desengonçados!

Além de que têm uns dedos assustadores. Não, a sério, até deve ser possível dar nós naquilo. É como ter 5 talheres desarticulados implantados em cada mão.

E alguma vez viram alguém com mais de 1,80 a entrar num carro? Parece aqueles números do circo, em que entram 30 palhaços dentro de um carro minúsculo!!

Enfim, acho que afinal, até fico feliz por ser um rapaz baixinho...

(P.S. - Ainda por cima as pessoas altas não costumam reparar nos pormenores... Não é Beky?)

5 comentários:

Isabel Maia disse...

Do alto dos meus 1.81m, concordo plenamente. Ser senhora e querer um par de sapatos novos quando se tem pé grande é um tormento, as bancadas de cozinha são demasiado baixas, as tábuas de engomar não sobem tanto quanto desejariamos, os tectos dos carros são muito baixos, ao regular o banco não há um meio termo (ou ficamos com as pernas muito esticadas ou muito encolhidas), etc. E quando se é alto, o típico comentário "Oh rapariga, quanto é que páras de crescer?" é repetido até à exaustão. Estar nos extremos do comprimento (muito alto ou muito baixo) é duro...

Rui Bastos disse...

Tenho uma prima que sofre do mesmo :p Nós, gente mais baixa, não temos nenhum desses problemas =D Só chateia quando estamos em algum concerto, é que o pessoal alto mete-se sempre todo à frente xD

Mas bem, acho que as coisas se podem adaptar, ainda assim ;)

Arisu disse...

Meu caro amigo, eu tenho 1.71m e sem sombra de dúvida que tenho a altura perfeita. Não sou demasiado baixa como os caga tacos dos portugueses nem demasiado alta como as girafas que são os nórdicos. Calço o 38 (o que não é muito) e consigo entrar num carro sem problemas.
Mas sabes o que é mesmo o melhor de se ser alto? Consegues ver tudo cá de cima (incluindo espectáculos) e ainda reparas bem nos pormenores! Por isso vê mas é se cresces ;D

Rui Bastos disse...

Tu tens a altura média pah u.u Ou seja, a maior parte deste post não é para a tua pessoa xD

Andrey disse...

Poh,até em cerrto modo concordo com vc mais,por outro lado o que não sei se vc sabe é que as mulheres adoram homens altos pelo menos a maioria gosta mais de altos e vcs baixinhos é que tem que se fuder.