domingo, maio 24

Português, uma raridade


Quem diria que Portugal, é um dos países onde se fala e se escreve menos português? Mas é verdade. O país de originou o português, que é uma língua tão espectacularmente traiçoeira, e que permite uma bela construção de textos, frases, e até de palavras, tão facilmente, é aquele onde ele é menos utilizado. Entre os jovens (e não só!) há agora uma grande utilização da 'linguagem sms'. As tão conhecidas abreviaturas. Não sou adepto, aviso já, sou até um dos últimos resistentes que se opõem a essa linguagem. Tanto 'x', 'k' e 'u' faz-me dor de cabeça. E aquela mania de comerem letras... enfim.

O melhor, é mesmo existirem várias versões da mesma coisa. Várias variantes de abreviaturas. Eu conheço pelo menos três versões, assim de repente. Temos a abreviatura inteligente: "Este pc é msm mt melhor qe o outro!", que pronto, ainda é a melhorzinha das versões. Tira algumas letras, mas abrevia de uma forma inteligente e que dá jeito. Depois há os dois tipos de inbreviaturas. Inbreviaturas são abreviaturas que não abreviam nada. Limitam-se a trocar umas letras por outras, mas continuam lá praticamente todas. Uma delas é a inbreviatura parva: "Ezte computador é mezmu muitu melhor ke u outru!", que é apenas parva. Substitui os 's' por 'z', e alguns 'o' por 'u', e está a andar, não abrevia nadinha. Ainda dentro das inbreviaturas, há a inbreviatura 'armada ao pingarelho': "Exte conputador é mexmu mtu mlhr k u outro!", cuja função não é abreviar nada, mas sim mostrar que se é tão cool como toda a gente. Esta é a que me dá dores de cabeça, e a que mais me faz revoltar contra as abreviaturas.

Mas não pensem que o meu único problema é com as abreviaturas. Nada disso. Também odeio ver mau português. Coisas mal escritas, erros (que não são gralhas, são mesmo erros de ignorância), violentos pontapés na gramática (autênticas cargas de pancada na língua portuguesa), e o simples não saber escrever. Ok, nem toda a gente pode gostar de escrever, e saber escrever bem, mas pelo menos minimamente bem é exigido! Agora, eu vejo gente que anda, ou já andou na escola, e que não sabem escrever mais do que 3 palavras seguidas como deve ser! E uma médica que escreve 'massa' com 'ç'? É verdade, esses poços de virtude que são os médicos, vistos muitas vezes como os supra-sumos da inteligência e gente importante, dão estes erros vitais. Nem todos, mas há os que os dão.

E cá fica, toda a minha revolta contra o mau português. Não me vejo como uma pessoa arrogante que tem a sorte de ter jeito para a escrita e que por isso está sempre a corrigir os outros. Vejo-me como uma pessoa honesta que também dá os seus erros de vez em quando, mas que não gosta das deturpações, por pura ignorância e estupidez, da sua língua materna. E com orgulho.

5 comentários:

Beky disse...

Tu tenx eh a mania ke xabex exkrever e ke perxebex muituh dixtu max tu n perxebex nada.. O X é exenxial.

xD

Rui Bastos disse...

Porra que me arrepiei todo a ver esse comentário xD

Beky disse...

e se os livros se escrevessem em linguagem sms:

http://diarioxii.blogspot.com/

x.x

Rui Bastos disse...

estou chocado o.O isto é mau demais!

By A. disse...

podex krer bacano!